Envolvente e Acessibilidade

 
 
 

Envolvente

 
 
O Centro Comercial Fitares Shopping encontra-se localizado na freguesia de Rio Mouro, inserida na área Metropolitana de Lisboa, a 6Km de Sintra e, actualmente, composta por 46.000 habitantes. Na envolvente do Fitares Shopping localizam-se vários pontos de aglomeração de população e tráfego.

O espaço e as suas acessibilidades constituem excelente oportunidade para os nossos clientes.
 
 
 
Os acessos disponíveis para o Fitares Shopping são feitos por via rodoviária através do IC19 e por via ferroviária pela linha de Sintra - Estação de Rio de Mouro - e pela linha do Oeste - Estação de Meleças. O IC19 é um dos principais eixos rodoviários de entrada na Grande Lisboa e faz a ligação entre a capital e os concelhos mais populosos do distrito.

Os transportes públicos são eficientes e cumprem as necessidades de deslocação dos consumidores.
 
 
 
acessibilidade fitares shopping
 
A estação da CP - Rio de Mouro – que serve a urbanização, está a uma distância do Fitares Shopping de 10 minutos a pé e a 3 minutos de automóvel. A estação de Meleças está localizada dentro da própria urbanização, a 13 minutos a pé e a 4 de automóvel.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Dentro da área de influência do Fitares Shopping, e a uma distância inferior a 15 minutos, estima-se que o número de pessoas residentes ronde os 35.000 habitantes, sendo a maior parte uma faixa etária jovem.

A população activa pertence às classes C1 e C2 e insere-se no Sector Terciário (Actividades Comerciais e Prestação de Serviços) da economia.

O concelho de Sintra com 377.249 habitantes mantém-se como o segundo mais populoso a nível nacional.

Representa 27% de população da área metropolitana de Lisboa.
A população inserida na área de influência do Fitares Shoppingdivide-se em 46% do sexo masculino e 54% do feminino.

São vários os equipamentos sociais dignos de nota: escolas básicas, escolas secundárias, escola de música, instituições de apoio à 3ª idade, centros de saúde, instituições de apoio à infância, jardins de infância oficiais, associações desportivas e culturais, igrejas, complexos desportivos e museus/bibliotecas.

Esta concentração de infra-estruturas atesta o crescimento populacional da zona, que desde 2001 a 2011 assistiu a uma estabilização.
 
 
 
 
 
 
 

Contacte-nos